Emilio Surita sobre o relacionamento com o CQC


“A gente sempre dividiu porta de festa. Sempre de forma amistosa. Mas ninguém morre de amores pelo ‘CQC’. A gente se respeita. A gente tem o nosso mundo, o ‘CQC’ tem o mundo dele. Cada um no seu quadrado, cada um no seu mundo.”
Previous
Next Post »

Interaja a vontade! Logo, logo o seu comentário será liberado. EmoticonEmoticon

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...