Opinião: Dilma veta divisão de royalties


*Por Carlos Félix


Desde a decadência do ciclo do açúcar (século XVII), a região nordestina foi perdendo espaço e importância na economia brasileira. Com o desenvolvimento dos ciclos da mineração e do café a região Sudeste se fortalece e passa a controlar a política nacional. 

Essa realidade fica bem clara na política do café-com-leite, quando São Paulo e Minas Gerais se alternam na presidência, utilizando suas forças econômicas e suas influencias políticas. Com os presidentes Vargas e JK o Brasil passa a apresentar um forte processo de industrialização, que, pra variar, fica concentrado na região Sudeste, agravando as distâncias econômicas em relação aos Estados Nordestinos. Então, o veto da presidente Dilma em relação à divisão dos royalties do petróleo é apenas uma continuação desse processo de exclusão do Nordeste.

Em 1824, ocorreu uma revolta denominada de Confederação do Equador, onde algumas províncias nordestinas, lideradas por Pernambuco, defenderam a separação em relação ao Brasil e a criação de uma república independente, justamente por não aceitar o governo autoritário de D. Pedro I e seus elevados impostos. 

Defender a separação, hoje, pode ser algo muito radical, nossa revolta pode e deve ser direcionada para as eleições, pois votar nesse governo fica difícil depois dessa decisão inconstitucional. E você ainda acredita que todos são iguais perante a lei e que o Brasil é um país de todos... VERGONHA!!!

Carlos Félix é graduado em Lic. em História pela Universidade Estadual do Piauí e professor há 12 anos
Previous
Next Post »

2 comentários

Write comentários
Anônimo
AUTHOR
1 de dezembro de 2012 16:02 delete

A AI ESTA A PROVA DE QUE O NORDESTE NAO TEM VEZ....SEPARÇAO SERIA LEGAL.ENTAO NASCERIA O PAIS NORDESTE.

Reply
avatar
Anônimo
AUTHOR
1 de dezembro de 2012 16:03 delete

NORDESTE SEPARADO DO BRASIL JÁ....

Reply
avatar

Interaja a vontade! Logo, logo o seu comentário será liberado. EmoticonEmoticon

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...