quarta-feira, 14 de janeiro de 2015

Parabéns Carlos Said, o Magro de Aço

Posted at  14:54:00  |  in  Carlos Said

Hoje completa 84 anos, uma das nossas maiores personalidades da crônica esportiva, Carlos Said. Como forma de homenagem está aqui parte de sua biografia.


Nasceu em Teresina, em 14 de Janeiro de 1931. Formou-se em Direito, Filosofia, Geografia e História. É jornalista esportivo desde 1943, quando tinha apenas doze anos de idade. Foi professor de Geografia e História  em quase todos os colégios da capital. Exerceu o magistério na Faculdade de Filosofia (FAFI) e na Universidade Federal do Piauí. Nesta, por falta de professores em seu início, lecionou várias disciplinas, em virtude de sua cultural geral.

No tempo em que a rádio Pioneira ficava no ar durante 24 anos horas, cunhou o slogan “a emissora que não para”. Quando, em serviço de reportagem, em 02 de março de 1964, sofreu um acidente, reza a lenda que ele próprio narrou o episódio. Por esse fato e talvez por causa de sua natureza resistente e quase incansável, surgiu o seu epíteto de Magro de Aço.


Em 1948, ingressou na rádio Difusora, a mais antiga de Teresina, como narrador e comentarista de futebol. Em 1958, fundou a Associação dos Cronistas Desportivos do Estado do Piauí (APCDEP), tendo sido o seu primeiro presidente. Em 1º de março de 1946, juntamente com outros colegas do Colégio Leão XIII, dirigido pelos professores Moaci Ribeiro Madeira Campos e Antilhon Ribeiro Soares, fundou o River Plate Club, em homenagem ao time homônimo da Argentina, porém teve que modificar seus estatutos, pois o autoritário presidente da Confederação Piauiense de Futebol, Raimundo Ney Baumann, que foi titular da Delegacia Regional do Trabalho e interventor de Campo Maior, não aceitava nomes estrangeiros, pelo que a agremiação futebolística passou a denominar-se River Atlético Clube. De 1946 a 1951 foi titular ou 1º reserva, na posição de goleiro na equipe de River. Nos anos de 52, 53 e 54 foi campeão piauiense pelo River, na condição de titular absoluto.


Casou no dia 14 de julho de 1956, com a senhora Rochelene, barrense, das família Fernandes e Fortes, com quem teve cinco filhos (duas mulheres e três homens). Dois deles, Fernando e Gustavo, seguiram-lhe os passos no jornalismo e no magistério universitário. Em plena lua de mel, mais precisamente um dia após o casamento, foi defender a meta do River, na decisão do campeonato de aspirantes, em que esse time se sagrou campeão invicto.

Em 1955, foi fazer, em Fortaleza, a cobertura de dois jogos em que o River enfrentaria as equipes do Calouros do Ar, no sábado, e do Ferroviário, no domingo. Na primeira partida, os dois goleiros do River, Afonso e Xavante, não puderam jogar, pelo motivo prosaico de que estavam acometidos de uma forte diarreia. Diante dessa situação, Carlos Said foi convidado a defender a equipe do Galo, e o fez com tanta garra e brilhantismo, que sua atuação foi comparada ao discurso inflamado, entusiástico e arrebatado do integralista Plínio Salgado, também de compleição franzina, que então se encontrava na capital alencarina.

Foi diretor de jornalismo e esporte da Rádio Pioneira, fundada pelo arcebispo Dom Avelar Brandão Vilela, em 08 de setembro de 1962. Iniciou sua atividade de comentarista esportivo de televisão, em 1992, na TV Antena 10. Atualmente, exerce essa atividade na TV Cidade Verde. Tem coluna no jornal Meio Norte, na qual escreve sobre história, literatura e esporte. Continua em atividade na rádio Pioneira. Foi comunicador social da Previdência Social no Piauí durante quarenta anos.


Desejamos a ele um feliz aniversário, que ele possa ter muita saúde, felicidade e sucesso nesses próximos. Como também agradecemos a imensa contribuição dele para o esporte nacional.

0 comentários:

Interaja a vontade! Logo, logo o seu comentário será liberado.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Quem Somos-Trabalhe Conosco
Copyright © 2013 P8. Blogger Template by Bloggertheme9
Published..Blogger Templates. Powered by Blogger.
back to top