'Ronda': Menos jornalismo, mais humor


Tirando o quadro do 'Sombra' e as reportagens de Juvenal Ribeiro que são patrocinadas, o policialesco 'Ronda' está indo mais longe que o 'Cidade Alerta' de Marcelo Resende, deixando o jornalismo para trás para investir no humor. 

O próprio Pádua Araújo virou mero coadjuvante em meio à bonecos (Profeta & Profano), palhaços (Chupetinha e Kátia Picolé), Ídria Portela e agora um quadro de humor dedicado à paródias. É tanta gente no cenário que dá um trabalhão para o pessoal da captação de imagem enquadrar todo mundo. 
Previous
Next Post »

2 comentários

Write comentários
Anônimo
AUTHOR
6 de junho de 2015 08:35 delete

Que nada! Muito é bom a fuleragi . Dou valor esse programa . Pra que ouvir tragédia tipo das meninas do castelo. Oq passou passou. Vamos viver rotina normal. Viva ronda a fuleragi er 1000

Reply
avatar
Anônimo
AUTHOR
9 de junho de 2015 21:30 delete

Eu até concordo com a mudança do conteúdo. A Meio Norte esta(va) entupido de programação policial (Bom dia Meio Norte, Ronda, Agora, Patrulha e mudava um pouco no 70 minutos). Mas de uns tempos pra cá esta mudando. O Ronda aos poucos está deixando as notícia policial de lado e dando mais prioridade ao humor e não é a toa que tem muitas famílias e crianças que assistem o programa. Na verdade, deveria ser proibido programas policias nessa faixa horária devido a conteúdos inapropriados. O Agora mudou da água pro vindo, diminuiu muuuuito o sensacionalismo. O 70min ta totalmente revigorado, com tudo de quanto é notícia, do local, passando pelas notícias nacionais e até internacionais. O problema do Ronda para esse tipo de conteúdo e para a quantidade de pessoas que participam do programa é o espaço do estúdio que é minusculo. O Carlos Jansen está ocupadíssimo com os programas que usam aquele local (Papo de Boteco, Escolinha, Falando Nisso, Programa Frank Aguiar, Botiquim).

Reply
avatar

Interaja a vontade! Logo, logo o seu comentário será liberado. EmoticonEmoticon

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...