Cineasta e humorista do Piauí, Dadá Coelho será repórter do BBB 16


Big Brother Brasil 16 só estreia em 19 de janeiro, mas já tem seu primeiro "eliminado". Após dez edições, Vinicius Valverde não será mais repórter do programa para o qual se dedicou nos verões desde 2006.

Em seu lugar, nos boletins De Olho no BBB, entrará a humorista e roteirista Dadá Coelho, que participou de Amor & Sexo, trabalhou na equipe de autores do finado Tomara que Caia e é conhecida também por ter fundado o bloco carnavalesco Me Beija que Eu Sou Cineasta.

Humorista e roteirista, a piauiense Dadá Coelho assumirá o boletim de notícias do BBB (Foto: Reprodução)

Valverde continuará aparecendo apenas na TV Vanguarda, afiliada da Globo no Vale do Paraíba (SP), onde tem um programa, o Madrugada Vanguarda, nas madrugadas de sextas para sábados.

CONHEÇA DADÁ COELHO
Em 2011, a piauiense Dadá Coelho estreou o quadro “A gente ganha pouco mas se diverte” dentro da programação do Fantástico (Rede Globo). A comediante conquistou repercussão nacional após disparar críticas contra o seu estado de origem, o Piauí, no programa do Jô Soares. Ela disse, entre outras coisas, que no Piauí ou se é servidor público, funcionário do Armazém Paraíba ou então as mulheres engravidam para se sentirem valorizadas. Declarou: "Se uma criança chega aos oito anos com dente é premiada."

Em seu blog, a humorista de Floriano disse que tem o maior orgulho do povo do Piauí e rebateu as críticas que recebeu de piauienses após participação no Jô Soares. Relembre o que ela postou e veja abaixo o vídeo polêmico:

"Geeeente! Muita “alma” nessa hora!PeloamordeDadá! PelohumordeDadá! Óia: eu gosto da minha história: passado, presente ...E o futuro então, viiiiiixe!Tenho o maior orgulho do povo do Piauí. Um povo que arranca a vida com os dentes. Alguém já disse que o humor é a beleza do desespero. Mais: não vou ficar me explicando, não. Sem provocação não há tesão. E tampouco solução.Fui no porgrama do Jô Soares. O Gordo me deu a deixa. Fiz graça. A seta do humor contra mim. Não quis ofender ninguém. Nem meu ESTADO de espírito piauiense. E a música que toca na minha memória afetiva está na garrafa de cajuína que eu dei de presente pro Jô com a minha caligrafia existencial no rótulo:

“Existirmos: a que será que se destina?
Pois quando tu me deste a rosa pequenina
Vi que és um homem lindo e que se acaso a sina
Do menino infeliz não se nos ilumina
Tampouco turva-se a lágrima nordestina
Apenas a matéria vida era tão fina
E éramos olharmo-nos intacta retina
A cajuína cristalina em Teresina”.

Beijo afetuoso. Força, sorte, coragem...E TUDO do TODO para nós! Cariño. Cócegas na alma do povo do Piauí.Love IU!Dadá Coelho"


portalp8@gmail.com
Fonte: Portal O Olho
Previous
Next Post »

Interaja a vontade! Logo, logo o seu comentário será liberado. EmoticonEmoticon

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...