segunda-feira, 1 de fevereiro de 2016



Reportagem de Solange Sousa recebe críticas negativas


A reportagem sobre a travesti Pâmela Beatriz, que foi atingida por um disparo no corso de Teresina, no último sábado (30) feita pela repórter Solange Sousa e veiculada na TV Cidade Verde esta recebendo críticas nas redes sociais.

Confira a reportagem na íntegra:


Pelo facebook, Maria Laura dos Reis, coordenadora Grupo Piauiense de Transexuais e Travestis (GPTrans), chamou a reportagem de "rídicula". Segundo Maria Laura, a repórter esta "tratando as travestis o tempo todo no masculino". "Alguns jornalistas insistem em não se reciclar e não tratar as pessoas de acordo com o gênero ao qual se identificam", completou.


Algumas pessoas comentaram que a mídia vê de forma muito estereotipada o grupo minoritário. "Travestis e Transexuais não é sinônimo de violência"comentou Maria Laura. "Ridiculos, querendo mídia através da desgraça alheia!, escreveu uma internauta. "Usam o termo 'O travesti' como se tratasse de um personagem não sabendo que travesti é uma identidade de género.", comentou outra pessoa.


Em alguns comentários algumas pessoas foram ofensivas com a repórter. "Se não fosse repórter seria uma jumenta", disse um internauta. "Falta de profissionalismo" e "so podia ser essa loira azeda" comentaram outros.


A coordenadora do GPTrans disse que a ONG já esta tomando providências e acionou o Comitê de Enfrentamento a Homofobia e Transfobia.

Da redação
portalp8@gmail.com

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Interaja a vontade! Logo, logo o seu comentário será liberado.

Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...