sexta-feira, 6 de maio de 2016

Direção do Portal Vooz anuncia aos jornalistas que encerrará atividades

Posted at  21:40:00  |  in  #Noticia


A direção do portal Vooz, com sede em Teresina, anunciou nesta terça-feira (03/05) que irá encerrar suas atividades e que boa parte da equipe terá de ser dispensada. A situação soma-se à crise que vem enfrentando o mercado de comunicação no Piauí, exposta após a demissão em massa de funcionários da Antares, fundação mantida pelo Governo do Estado.

Ao portal 180 Graus, o presidente do portal, empresário Edvaldo Vieira da Silva afirmou que o negócio não conseguiu posicionamento no mercado. "Tínhamos uma estratégia, que acabou não dando certo. Não foi só em decorrência da crise, que claro, é um fator que existe e contribuiu", afirmou em conversa por telefone.

A data para encerramento das atividades, segundo ele, ainda não foi definida, contudo a última atualização do portal data da segunda-feira, 02. Sobre o corte dos funcionários, ele diz que a questão ainda está em análise. "Temos uma série de outras atividades [empresário é dono da Urbana Outdoor], mas uma parte sim, deve ser dispensada", diz, explicando que a possibilidade de aproveitamento de pessoal está sendo vista. Ele admitiu ainda que, em parte da equipe, há caso atraso de salários.



Um dos cerca de 15 funcionários do portal, entre jornalismo, comercial e tecnologia, publicou em comentário no Facebook que a empresa prometeu resolver nos próximos dias o pagamento dos meses de março e abril, que estão em atraso. Segundo ele, a situação já era de dificuldade, agravada nos últimos dias.

FUNDAÇÃO ANTARES

Os funcionários da Fundação Antares aguardam pela aprovação do projeto do governo do Estado que prorroga os contratos de prestação de serviços para autarquias e fundações, por mais 12 meses, renovando assim os contratos dos prestadores da Rádio e TV Antares. Ontem o texto passou pela Comissão de Constituição e Justiça da Assembleia Legislativa do Piauí, e segue para Comissão de Administração. Somente com a aprovação do projeto em plenário os profissionais serão reinseridos na folha de pagamento, eles que estão sem receber desde o fim do último contrato.

No dia 07 de abril, um grupo de jornalistas se reuniu em frente à Fundação para cobrar uma medida que impedisse as demissões no órgão. Na época foi formada a União dos Jornalistas do Piauí, criada para defender os interesses da classe e dialogar com o Sindicato dos Jornalistas do Piauí, oferecendo ainda orientações a profissionais alvos das demissões.

JORNAL O DIA

Na última semana o debate girou também em torno dos funcionários do jornal O Dia, temerosos com a não assinatura de um acordo coletivo de trabalho, ameaçando demissões caso tivesse de reajustar o valor do piso da classe. O impasse teve fim em uma reunião no dia de ontem, onde o grupo aceitou a assinatura do acordo. Mesmo assim, ainda há rumores na redação do grupo sobre a possibilidade de corte de profissionais.

CORTES NOS CUSTOS
A situação de crise nas redações jornalísticas não é fato novo. Em seu primeiro manifesto a Unijor já citava questões como falta de combustível nos carros de reportagens para realização de pautas, incerteza no pagamento de diárias e extras. De lá pra cá jornais cortaram cadernos de cultura, pensando na redução de custos, programas tiveram de se adequar. Onde podem, os empresários estão cortando.

Até mesmo no 180graus, a direção vem tomando medidas para redução de gastos. “Estamos cortando onde dá para evitar demissões no grupo”, explica a gerente executiva do Grupo Eugênio, Camila Carvalho.

Fonte: 180 Graus
portalp8@gmail.com

Um comentário:

  1. Não tinha conhecimento do portal vooz Brasil.

    ResponderExcluir

Interaja a vontade! Logo, logo o seu comentário será liberado.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Quem Somos-Trabalhe Conosco
Copyright © 2013 P8. Blogger Template by Bloggertheme9
Published..Blogger Templates. Powered by Blogger.
back to top