terça-feira, 21 de fevereiro de 2017



Chico Filho é citado em relatório de violência contra jornalistas no Brasil


A Associação Brasileira de Emissoras de Rádio e Televisão (Abert) divulgou na manhã desta terça-feira (21) o relatório anual sobre “Violações à Liberdade de Expressão”. O documento registra casos de agressões físicas, atentados, ataques, ameaças e intimidações que os jornalistas sofreram em exercício da profissão no ano passado.

Entre os casos registrados, aparece o episódio que Chico Filho, então repórter da TV Meio Norte, foi detido enquanto gravava uma matéria para os programas policiais da emissora. O caso aconteceu no ano passado. Ele filmava um acusado de assalto e o advogado tentava impedir a gravação. Confira na íntegra o trecho em que Chico é citado:

“23 de Fevereiro – O repórter Chico Filho, do programa Bom Dia Meio Norte, da Rede Meio Norte, foi detido após discussão com advogados de um homem acusado de assalto. Ao registrar o momento em que o suposto criminoso era retirado de um hospital no centro de Teresina (PI), o repórter perguntou se ele gostaria de se defender. Um dos advogados tentou então pegar a câmera do jornalista. O outro advogado ainda tentou agredi-lo. Levado para a Central de Flagrantes, Chico Filho só foi liberado depois de conversar com o delegado, que sugeriu que as imagens fossem apagadas.”

À época, o Sindicato dos Jornalistas do Piauí (Sindjor-PI) emitiu nota afirmando que repudia todo tipo de violência a qualquer profissional da comunicação, mas disse também que o repórter Chico Filho exercia a profissão ilegalmente.

Confira o relatório na íntegra clicando aqui.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Interaja a vontade! Logo, logo o seu comentário será liberado.

Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...