quarta-feira, 20 de dezembro de 2017



Jornalista que “furou” blitz não sofreu qualquer sanção na TV Meio Norte

Segundo a Strans, João Carvalho não portava documentos pessoais nem do veículo, uma Hilux prata (Foto: Montagem OitoMeia)

O jornalista João Carvalho passou ileso não só pela blitz realizada pela Strans, mas também pela emissora em que dá expediente, a Rede Meio Norte. Na segunda-feira (18), quando todos esperavam um posicionamento da TV, uma nota que fosse e Silas Freire se encarregou de declarar que a empresa não iria se manifestar sobre o assunto.

Vale lembrar que a TV Meio Norte, emissora de concessão pública, tem alcance não só no estado do Piauí. Maranhão, Rio Grande do Norte, Ceará, Tocantis e Rondônia e muitas cidades pelo meio norte do país também recebem o seu sinal. A TV peca ainda mais porque tem o dever de educar, de prestar serviço à população.

Com o não pronunciamento, a empresa apenas manifesta tacitamente a sua concordância com a postura adotada pelo funcionário da casa. Postura essa baseada no desrespeito, autoritarismo, ilegalidade, dentre inúmeros outros desserviços que poderíamos elencar aqui.

Não custa lembar que a Rede Globo, a maior emissora do país, deu sensatas punições para funcionários que cometeram “abusos”. Vide os casos de José Mayer e Wiliam Waack que além das punições, houve nota à imprensa. Posicionar-se frente ao caso, no sentido de rechaçar a postura do funcionário seria o mínimo que a TV Meio Norte deveria ter feito.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Interaja a vontade! Logo, logo o seu comentário será liberado.

Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...